Site divulga carta psicografada de Cristiano Araújo


O cantor sertanejo Cristiano Araújo, falecido em 2015 após um acidente de carro em Goiás, teria deixado uma carta psicografada para a sua família. Quatro anos depois de sua morte, o músico também teria enviado sua mensagem aos fãs e a outros artistas sertanejos. Confira abaixo:

“Meus queridos amigos. Muita saudades de todos vocês. Cristiano Araújo. São tantos artistas, cantores, músicos que desencarnam deixando órfãos os admiradores que nutrem pelos mesmos um amor fraternal que na maioria das vezes só descobrimos, como no meu caso, por experiência própria quando desencarnamos. Aos amigos artistas, especialmente do nosso mundo sertanejo, peço que reflitam sobre todo esse amor que brota do fundo da alma das pessoas”, escreveu em carta psicografada, publicada no site “Webnejo”.

“Aos compositores, muitas vezes, fontes de energia e vida dos cantores lhes digo que as inspirações, muitas vêm daqui dessa outra dimensão e são frutos das energias sublimes exaladas pelos seres, em sua maioria ouvintes que curtem e idolatram os ídolos. Me refiro, não sei se de forma explícita como deveria ser e apenas porque hoje pertenço a esse outro mundo e frequento essa reunião que a cada dia me abre mais e mais a mente e o coração que possam nivelar as canções a um nível mais alto e sempre que possível reverenciando nosso mestre Jesus. Digo isso com convicção. Irmãos, as pessoas amam Jesus, se emocionam com as coisas que nos indicam a salvação e nos trazem reflexões a respeito da divindade e dos poderes e segredos do amor”, explicou o irmão de Felipe Araújo.

Cristiano Araújo também pediu força aos outros cantores: “Não peço para que deixem de cantar as canções que embalam e mexem com as multidões. Somente que lembrem dos que já se foram e entendam o sacrifício da separação, muitas vezes, aparentemente precoces, mas que já fazia parte do nosso destino. Paz Irmãos! Vamos alimentar através das vossas capacidade de criação e interpretação a separação que nos envolve. E a sensação de dor da perda, tão forte quando na fatalidade, se transformem em lamentos suaves de saudades pela separação, mas que, aos que creem, estejamos ligados pelos laços eternos da vida infinita”, concluiu o sertanejo.

por: Fernando Berenguel

#cristianoaraujo #sertanejo #webnejo #RicardoFiorillo

11 visualizações